compartilhe

0

0

Colunistas

Eles não correm mais descalços!

Os garotos que seguiam correndo mesmo sem tênis nos pés

Gastando o tênisPor
Gastando o tênis

Essa é uma daquelas histórias que nos encontram pelo caminho, aquecem o coração e nos fazem perceber que ainda existe muita coisa boa para ser compartilhada. Conhecemos esses três garotos depois que eles correram descalços uma prova na cidade onde moram. Na ausência dos tênis, decidiram colocar os pés no chão e correr.

João Victor, de 16 anos, Marcus Vinicius, de 14, e Maicon Felipe, de 12, estudam na mesma escola e, como a maioria dos adolescentes, são apaixonados por esporte. Jogam futebol com os amigos e se divertem nas aulas de Educação Física. Mas alimentam ainda outro amor: a corrida. João Victor e Marcus são irmãos e de uma família muito carente. A mãe deles luta sozinha para sustentar os filhos – eles têm ainda outro irmão, de três anos.

MAIS
7 corridas com ponte que você não pode perder
Maratona de Nova York abre inscrições
9 coisas que nenhum corredor deve fazer

A história desses três corredores começa no dia 26 de novembro de 2017. A Secretaria de Saúde da cidade de Toledo, no sul de Minas Gerais, realizou uma prova para conscientizar a população sobre o câncer de próstata. Loucos para correr, eles foram até o evento. Como não tinham tênis apropriados para a corrida, decidiram enfrentar o asfalto quente e correram descalços. Isso virou assunto mais comentado do dia e logo chegou até nós através de uma amiga que mora naquela cidade.

Fomos conhecer um pouco mais da vida desses adolescentes e decidimos fazer uma campanha para calçar esses meninos. Postamos no @gastandootenis e muitos amigos nos procuraram querendo ajudar. Já sabíamos que o Natal deles seria diferente em 2017. Mas ainda não tínhamos ideia do que estava por vir.

Uma das maiores marcas de materiais esportivos do país nos procurou no dia seguinte a publicação nas redes sociais. Eles se prontificaram a enviar os tênis. Tínhamos certeza que isso iria mudaria a vida desses garotos. E mudou! O presente da Olympikus chegou em casa para que pudéssemos fazer a entrega poucos dias antes do Natal. Para nossa surpresa, três caixas enoooormes de calçados, roupas e acessórios.

Descalços nunca mais, mas também não iriam mais precisar correr com camisetas de algodão, nem com shorts de futebol. Teriam ainda mochila para o material escolar, boné para os dias de sol e calça para os treinos no inverno. Embalamos tudo e fomos até eles com o pretexto de que queríamos correr junto deles.

Eles nos esperaram no mesmo lugar onde disputaram a prova. Estavam de chinelo de dedo e correriam descalços comigo. Fui até o carro e peguei um kit para cada um – tênis, meia, shorts e camiseta. Eles se trocaram e fomos correr. João me contou que corre três vezes por semana com alguns amigos. É o esporte preferido dele. Marcus gosta de futebol, mas também segue os passos do irmão.

Terminamos nosso trote já como grandes amigos. Era a hora de entregar todos os presentes da Olympikus. Foi, sem dúvida, um dos momentos mais marcantes da nossa vida. Estavam assustados e perplexos. Nunca tinham ganhando tanta coisa na vida. A felicidade reprimida nos rostos de quem queria muito e tinha pouco. Eles nos abraçaram, agradeceram e partiram. Nós também fomos… com a certeza que esses meninos teriam uma nova vida na corrida a partir daquele dia. Eles não correm mais descalços!