compartilhe

0

0

Colunistas

Um exercício difícil nem sempre é o mais eficiente

Movimentos mais complexos podem aumentar o risco de lesão e trazer prejuízos em médio e curto prazo

Camila HirschPor
Camila Hirsch

 

Atividades difíceis

É comum ver pessoas na academia que acreditam que, quanto mais difícil for a execução de um movimento, maior serão os ganhos trazidos por ele.

No entanto, nem sempre é o que acontece. Para que o treino gere um bom resultado, o mais importante é executar os exercícios corretamente. Não vale a pena pular fases e se arriscar em um movimento mais elaborado caso você ainda não esteja pronto para ele.

Sempre que não tiver certeza de que consegue realizar um exercício mais complexo, concentre-se em fazer bem o básico. Assim, você evita possíveis erros que aumentam o risco de lesão e podem trazer prejuízos em médio ou até mesmo curto prazo.

MAIS
É melhor fazer musculação antes ou depois de correr?
É normal sentir dor na lombar ao fazer agachamento?

Eu sei, muitas vezes, aquele abdominal que vemos no Instagram, com a pessoa pendurada de cabeça para baixo a dois metros de altura, parece ser a melhor coisa para definir a barriga. Não se engane. Para o atleta que está executando o exercício pode até ser fácil e eficiente. Mas isso não significa que será para você. Repito: foque em aprender os movimentos básicos e, quando eles estiverem bem feitos, você conseguirá evoluir para um exercício difícil mais rapidamente do que o contrário.

*Originalmente publicado em 10 de maio de 2017