compartilhe

0

0

Medicina esportiva

Alivie dores nos pés com a osteopatia

Essa é uma das regiões do corpo que mais sofre com a sobrecarga da corrida e também do dia a dia

Weslei V. Lima*Por
Weslei V. Lima*

dores nos pés

É comum pessoas que praticam corrida ou trabalham muitas horas em pé sentirem dores nos pés. A boa notícia é que há diversos métodos eficazes para esse problema. Um deles é a osteopatia.

Embora o nome possa remeter a algo doloroso, fique tranquilo. O procedimento é bem tranquilo e não tem restrições. Antes de explicá-lo, só vou falar um pouco do foco dos incômodos nos pés. Aliás, isso é algo bem característico do tratamento osteopático. Diferentemente de diversas técnicas, ele sempre busca a origem do problema para solucioná-lo, e não se concentra apenas em aliviar o desconforto.

O porquê das dores nos pés

Os pés realizam o mesmo trabalho todos os dias. Quando você dá passos para correr e caminhar, ou simplesmente está em pé, parado, lá estão eles fazendo bastante força para suportar a alta carga que recebem. Isso pode gerar algumas disfunções que resultam em dor e/ou inchaço, como falta de alinhamento, atritos nos metatarsos, arco plantar abatido, sensibilidade moderada ou extrema, calosidades, joanetes etc. Alguns dos problemas são resolvidos facilmente por meio de tratamentos simples. Já outros podem necessitar até de cirurgia.

MAIS
Joelho de corredor: previna e trate a lesão
Qual é o jeito certo de pisar ao correr?

Como a osteopatia funciona

A principal diferença entre a osteopatia e outros tratamentos similares é que ela não só alivia o problema, como o elimina, pois age no foco da dor. Isso é feito por meio de liberação miofascial, correção dos captores posturais, desbloqueios articulares e outras técnicas.

Grande parte dos incômodos ocorre porque os tecidos dos pés estão desalinhados ou contraídos. A liberação miofascial, realizada com toques suaves e não pressionados, vai proporcionar uma maior fluidez aos tecidos que recobrem a musculatura e os ossos dos pés. A fáscia é tocada de modo que possa se distender e relaxar, aliviando os músculos. É interessante acrescentar que o pé pode ser trabalhado em sua totalidade ou não – isso depende do ponto de origem do desconforto.

dores nos pés

Já em casos de joanete ou esporão, a osteopatia trabalha toda a estrutura óssea, que precisa estar alinhada para não sobrepor-se a outra estrutura. A utilização da posturologia é importantíssima em casos de desvios. Quando necessário, palmilhas para reprogramar a postura também são fundamentais para o avanço do tratamento.

A correção de desvios também é indicada para solucionar inflamações ou lesões mais graves. Nesses casos, os músculos dos pés são tocados em pontos estratégicos e alinhados corretamente. Assim, garante-se que a estrutura óssea e muscular não se contraia ou se torne rígida novamente após o relaxamento. Se você sofre de dor nos pés, procure um especialista em osteopatia para encontrar a raiz do problema e eliminá-lo de vez. Isso certamente vai garantir mais conforto durante o exercício e também em seu dia a dia.

* Weslei V. de Lima é fisioterapeuta esportivo, especialista em osteopatia e posturologia, e diretor da clínica Osteopatia SP.