compartilhe

0

Notícias

Pesquisa mostra aumento no número de mulheres e atletas mais velhos na corrida

Estudo da IAAF também classificou as principais razões para as pessoas começarem a correr

Redação WRunPor
Redação WRun
mulheres e idosos

Foto: Divulgação Iguana Sports

Por Brenda Prestes

A IAAF (Associação Internacional de Federações de Atletismo) divulgou hoje o primeiro mapa global da corrida recreativa, batizado de The State of Running 2019. A pesquisa foi feita analisando mais de 70 mil eventos e 107,9 milhões de resultados, de 1986 a 2018.

O estudo mostrou que o número de corredores pelo mundo vem aumentando, particularmente mulheres. A participação feminina era de 20% do total de participantes em 1986, número que subiu para 50% em 2018. Os países que lideram na participação feminina são Islândia, EUA e Canadá. Em contrapartida, a Suíça e a Itália estão entre os países com menor participação de corredoras. As mulheres se mostraram também maioria em todas as distâncias, com exceção das maratonas.

Inscreva-se para a Vênus 15K, 01.09 em São Paulo e 22.09 no Rio de Janeiro

Já entre os mais velhos, se destacam os corredores com idades de  40 a 50 anos, cuja estatística saltou de 24,7% para 28,6% do total no mesmo período, e continua subindo. “Os motivos para correr estão mudando. O corredor está mais interessado em ter uma boa experiência ao invés de apenas ganhar e bater recordes. Acredito que a conquista significa menos hoje. Para o amador, ser mais lento ou envelhecer não é necessariamente uma coisa ruim. Na verdade, pode ser bom”, comenta o fundador do site RunRepeat e coordenador do estudo, Jens Jakob Andersen.

Segundo Andersen, isso pode acontecer pois os corredores acumulam uma “carreira” na corrida, e também porque a corrida é bastante democrática e abraça também iniciantes com uma idade mais avançada. “Podemos ver isso no aumento acentuado na idade média de participantes nos 5 km dos últimos 7 anos”, explica.

Disparada, a distância preferida dos corredores amadores no mundo é de 5 km. Na América do Sul são os 10 km e na Europa, 21 km. O estudo ainda separou por grupos os pontos que motivam as pessoas a começar a correr:

 Psicológicos

  • Manter ou aumentar a autoestima
  • Encontrar o significado da vida
  • Lidar com emoções negativas

Sociais

  • Fazer mais amigos
  • Ser reconhecido e ter aprovação

Físicos

  • Melhora da saúde
  • Perda de peso

Realização

  • Competição
  • Objetivos pessoais

Entre os países com maior quantidade de corredores amadores de maratonas estão Alemanha, Espanha e Holanda. Mas quando se trata de tempos, a localização dos mais bem colocados varia um pouco. Confira:

Maratonistas amadores mais rápidos 

Espanha – 03h53’59”

Suíça – 3h55’12”

Portugal – 3h59’31”

Maratonistas amadores mais lentos

Malaios – 5h46’24”

Filipinos – 5h25’35”

Vietnamitas – 5h19’34”

Conquiste a cidade na Cosan SP City Marathon 2019!

Dia 28 de julho acontece a Cosan SP City Marathon 2019, na região central de São Paulo. Os atletas podem escolher entre os percursos de 21 ou 42K, além de viver uma experiência única na expo dois dias antes da prova, com várias atividades, serviços e conteúdos relacionados ao esporte. Confira mais detalhes no site oficial e inscreva-se!