compartilhe

0

Notícias

Brasileira vence a Wings for Life Houston

Anita Moraes correu a prova pela primeira vez e saiu vencedora

Daniel VelosoPor
Daniel Veloso

A brasileira Anita Moraes posa com a medalha da primeira colocação (Fonte: arquivo pessoal)

No último domingo (5), a brasileira Anita Moraes, 32, conquistou o primeiro lugar na etapa de Houston da Wings for Life World Run 2019. A atleta percorreu mais de 28 km e ficou na frente de toda a competição da cidade norte-americana.

Cosan Athenas 18K Run Stronger
Rio de Janeiro
6k | 12k | 18k | 16.07

A história da vencedora

Paulista de Assis, Anita conquistou a vitória pelo aplicativo da prova, mas não saiu de casa com essa intenção: “Fui para fazer um treino de 15 km que estava na minha planilha da semana, e esperar meu marido completar o dele”.

Quando soube que estava vencendo a competição, ela decidiu continuar correndo e competir de verdade. Mesmo com poucos suprimentos, a brasileira abriu uma vantagem de 5 km para a segunda colocada.

Corredora de rua desde 2010, Anita conta que vem mantendo treinos fortes que a ajudaram a correr na Maratona de Chicago 2018. Por esse motivo, ela não sentiu dificuldades em manter o ritmo alto e superar as competidoras.

Anita Moraes mantém uma rotina de treinos intensa (Fonte: arquivo pessoal)

O que é a Wings for Life?

A Wings for Life é uma fundação de pesquisa internacional sem fins lucrativos. Ela busca encontrar uma cura para a lesão na medula espinhal através de pesquisas científicas.

A corrida é organizada ao redor do mundo e tem algumas características diferentes. Uma delas é a de que ela acontece ao mesmo tempo em diversos lugares, fazendo com que os corredores compitam em horários do dia diferentes. Tudo depende de onde eles estão correndo.

Nessa prova não existe uma linha de chegada. O evento conta com um catcher car, um veículo equipado com sensores que, literalmente, persegue os corredores. O objetivo de quem participa da corrida é fugir, vence quem conseguir a distância maior sem ser “pego”.

Além disso, interessados podem baixar o aplicativo e participar em diversos lugares pelo mundo. Nesse caso, eles são perseguidos por um carro virtual, que tem a mesma velocidade do real.

Largada da Wings for Life 2019 em Melbourne (Fonte: redbullcontentpool)

Futuro promissor

Anita não pretende descansar depois da conquista ineperada: “Tenho uma meia maratona em setembro de 2019, em Salt Lake City. Quero performance e melhorar meu recorde pessoal de 01h32min19s”, diz.

O maior objetivo de Anita é completar as 6 maiores provas do mundo. Ela já correu em Berlim e Chicago, o próximo alvo é Boston 2020. Além disso, conta que quer permanecer no esporte até a velhice: “Quero ser aquela senhorinha correndo no pace “maroto” e acabando com muita dignidade”.