compartilhe

0

0

Notícias

Corredor amputado termina a Comrades com a ajuda de muletas

O atleta sul-africano perdeu a perna em 2009 devido a um câncer no osso

RedaçãoPor
Redação

Comrades Marathon

Correr uma ultramaratona é tarefa para poucos. No último dia 10 de junho, o atleta sul-africano Xolani Luvuno, de 33 anos, inspirou milhares de pessoas ao completar a tradicional Comrades Marathon. O diferencial: Luvuno não possui uma perna e completou as 56 milhas (90 km) da prova com a ajuda de muletas.

A Comrades Marathon é uma das mais difíceis ultramaratonas do mundo. São 90 km com subidas e descidas. Xolani Luvuno, que perdeu a perna direita em 2009 após ser diagnosticado com um câncer no osso, não pode usar sua prótese devido à uma ferida em sua perna amputada.

MAIS
Inclua subidas e descidas nos seus treinos
Nutrição para a Meia-maratona: o combustível certo para os treinos

Por esse motivo, a organização do evento concebeu a ele um tempo adicional para completar a competição: Luvuno largaria 5 horas antes dos outros competidores. Por fim, O sul-africano cruzou a linha de chegada após 15h50min.

Agora o objetivo do atleta é poder participar da Maratona de Tokyo, em 2020, e correr um triathlon Ironman.