compartilhe

0

0

Notícias

4 motivos para correr a Run The Bridge

Com percurso exclusivo e visual único, a prova é ótima opção para você dar início ao seu calendário de 2018

Lucas ImbimboPor
Lucas Imbimbo

correr a Run the Bridge

A Run the Bridge está chegando! Com um percurso plano e ao mesmo tempo desafiador, a segunda edição da prova acontecerá no dia 4 de março, em São Paulo. Separamos alguns motivos para você fazer parte dessa experiência. Confira:

1. Percurso exclusivo

O percurso da Run the Bridge é um dos seus maiores atrativos. Construída em 2008, a ponte estaiada, destaque da prova, é cartão-postal da capital paulista. São 138 metros de altura na obra que cruza o Rio Pinheiros, na zona sul de São Paulo. Essa é a única corrida a ter largada/chegada em cima da ponte Ponte Octávio Frias de Oliveira.

2. Para todos os atletas

Com percursos planos de 5 km e 10 km, a Run the Bridge é uma ótima opção para os corredores iniciantes e para os mais experientes. No ano passado, o vencedor do pelotão masculino dos 5 km, Getúlio Júnior, terminou a prova em 16min55s. Já no feminino, Andreia Souza completou a distância em 22min10s.

MAIS
Prepare-se para correr seus primeiros 5 km
O que comer antes e depois da prova

correr a Run the Bridge

3. Visual Único

A largada acontece às 7 horas da manhã. Ter a oportunidade de ver a cidade por cima da ponte e sob a luz do sol nascente é uma experiência única. É uma daquelas provas em que você pode correr curtindo o percurso.

4. Kits especiais

São duas opções de kits: o essencial e o básico. Todos contam com uma camiseta e sacochila. A diferença do kit básico é que ele acompanha uma viseira. Os corredores que concluírem a prova receberão uma medalha exclusiva da prova.

Inscrições abertas

As inscrições já estão abertas. Os preços dos kits são: R$ 99,90 (essencial) e R$ 139,90 (básico). Para se inscrever e mais informações, clique aqui.