compartilhe

0

Notícias

Cosan Athenas reuniu 7.610 atletas na última etapa do ano em SP

Corredores de distâncias variadas completaram o percurso na Marginal Pinheiros

Redação WRunPor
Redação WRun

Por Christina Volpe*

A última etapa de 2019 do Circuito Cosan Athenas SP aconteceu neste domingo (27), com arena no Parque do Povo e percurso ao longo da Marginal Pinheiros. O evento teve 7.610 atletas concluintes, divididos entre as distâncias de 7K, 14K e 21K.

A Cosan Athenas é um circuito de corridas com três etapas ao longo do ano e distâncias progressivas. A ideia é que corredores se mantenham motivados para buscar novos desafios e conquistar os resultados que desejam em cada prova.

Por conta da variedade de distâncias, as corridas atendem atletas de todos os estilos e níveis de preparo, dos que procuram novos desafios a atletas experientes em busca de recordes pessoais. Gabriella Garcia, 27, educadora física, começou a correr em 2019 e usou as provas da Cosan Athenas para se manter motivada ao longo do ano. “Estava com medo de não conseguir concluir a prova, mas com apoio dos amigos e força de vontade, consegui! A medalha da evolução é uma prova de que somos capazes de ir cada vez mais longe. Não importa o pace nem o que os outros pensam; é preciso focar em um objetivo e não desistir”, afirma.

A prova perfeita para atingir resultados

A estrutura da Cosan Athenas é ideal para conquistar objetivos na corrida. A prova proporciona percursos planos, hidratação de qualidade, staff treinado e sistema de cronometragem com chip no número de peito, além de uma organização única para a experiência ser incrível do começo ao fim.

O engenheiro do petróleo, Cristhian Porceu, 38, é boliviano e começou a correr quando se mudou para o Brasil. Ele completou a quarta meia maratona no currículo na Cosan Athenas.  “Ingressei em um grupo de corrida e comecei a treinar porque queria perder peso. Acabei ficando viciado no esporte. No ano que vem pretendo completar minha primeira maratona e provavelmente será na Cosan SP City Marathon”, fala.

Jornada da evolução

Em 2019 o circuito trouxe uma novidade: a Medalha da Evolução. Os corredores que se inscreveram nas três etapas do evento ao longo do ano conquistaram a medalha ao concluírem as três provas.

As irmãs Acácia e Aurícia Duarte, 38 e 39, combinaram no início de 2019 que iriam participar de todas as etapas do Circuito juntas e não desistiriam. “Somos em sete irmãs, todas corredoras, e começamos porque uma foi incentivando a outra. Graças ao esporte estamos cada vez mais unidas. Somos apaixonadas por corrida, um vício que só nos traz benefícios”, conta Acácia.

2020 é logo ali!

Para o ano que vem, a ideia é melhorar ainda mais os percursos e incentivar novos corredores a participarem da jornada da evolução da Cosan Athenas. A CEO da Iguana Sports, Eliane Verderio, comemorou mais um ciclo finalizado com sucesso. “Fechamos o Circuito Cosan Athenas com chave de ouro neste domingo. O dia estava lindo e os participantes motivados para irem ainda mais longe, cada um em sua distância. A melhor recompensa é termos corredores felizes e realizados.”

Inscreva-se para as etapas da Cosan Athenas SP e RJ 2020.
Clique aqui e confira todas as datas!

Veja como ficou o pódio feminino e masculino nas três distâncias!

Feminino

7K
1. Genaide Oliveira – 26:26
2. Erika Costa – 28:07
3. Priscilla Pradines – 28:18

 14K

1 Miriam Santos – 01:01:26
2 Nathalia Jesus – 01:01:36
3 Suzana Guerrelhas – 01:02:56

21K
1. Maria Rosa 01:26:09
2. Viviane Souza 01:35:10
3. Juana Abdalla 01:36:30

 Masculino

 7K
1. Adriano Cruz – 22:31
2. William Oliveira – 23:35
3. Tarciso Fernandes – 23:57

 14K
1. Federico Fontana – 50:02
2. Adriano Pereira – 51:14
3. Davidson Amaral – 51:56

21K
1. Fernando Silva – 01:11:43
2. Roger Ruivo – 01:14:34
3. Alaor Simão – 01:15:10