compartilhe

0

Notícias

Incentivar a participação em eventos de corrida é um bom negócio para empresas

Ter funcionários ativos e saudáveis faz diferença para a motivação, o clima de trabalho e a produtividade

Redação WRunPor
Redação WRun

Por Christina Volpe*

O técnico de obras de construção de redes da Comgás Diego Ezequiel estava fisicamente preparado e devidamente inscrito para correr sua primeira maratona representando a empresa quando, na mesma semana da prova, a irmã dele faleceu. “Foi muito difícil e pensei em desistir de correr, mas minha família e os colegas do trabalho me convenceram a seguir em frente e dedicar a conquista à minha irmã. Foi um momento muito especial e nunca vou esquecer o apoio que recebi da empresa para que isso acontecesse”, conta. 

A história de Diego é uma entre muitas de pessoas que, encorajadas por programas de saúde e qualidade de vida existentes em muitas organizações, escolhem se desafiar na prática de atividades físicas e participação em competições esportivas. E não são apenas medalhas ou vitórias pessoais que os funcionários obtêm. Eles saem ganhando, também, em motivação e habilidades importantes para se destacar na vida profissional.

Mudança de vida

Cada vez mais companhias estão investindo em programas de incentivo à vida saudável e não é à toa: está comprovado que funcionários sadios e felizes faltam menos, se relacionam melhor, trabalham com mais presença e entregam resultados mais satisfatórios.

A Cosan, parceira da Iguana Sports, é um exemplo. O diretor de comunicação da companhia, Adriano Zerbini, conta que tudo começou com programas e ações pontuais como a Semana da Saúde e benefícios oferecidos aos empregados, como descontos em assessorias esportivas e academias. “A performance dos colaboradores, que, com planejamento, determinação e resiliência conquistaram (e superaram) seus objetivos individuais se refletiu nos negócios e nos inspirou  a criar a Campanha Eu Sonho e Corro Atrás”, fala.

O projeto visa estimular quem já treina corrida e encorajar aqueles que desejam ingressar no esporte. “Promovemos sorteios de inscrições e distribuímos descontos nas provas de rua apoiadas pela campanha. Depois, compartilhamos as experiências desses profissionais com os demais funcionários e o que acontece é que eles acabam se tornando multiplicadores de bons hábitos, incentivando os colegas”, afirma Adriano.

Isabel Milhado é assistente executiva jurídica da Rumo, companhia ferroviária e de logística pertencente ao Grupo Cosan, e decidiu começar a correr no início de 2019. A meta era participar de pelo menos uma prova por mês. No meio do caminho, porém, Isabel, que é mãe de quatro filhos, dobrou o objetivo. “Não gostava de fazer exercício e comecei caminhando. Depois de um tempo, a corrida se tornou minha válvula de escape e hoje não penso em parar.”

A corredora mudou toda a rotina, tanto pessoal quanto profissional. “Acordo às 5h30. É cedo, mas é o único horário que tenho disponível e vale a pena pela energia que o esporte me dá. É tudo uma questão de motivação pessoal. A oportunidade proporcionada pela empresa é incrível. São muitos os sonhos que tenho para correr atrás — no esporte e no trabalho — e quero correr cada vez mais”, diz.

Para Adriano Zerbini, é perceptível a motivação dos colaboradores envolvidos no programa de incentivo à corrida. “As provas de rua são assunto nas conversas e, a cada ativação que fazemos, a aderência só cresce. Isso mostra o interesse de mais pessoas em fazerem parte do time #eusonhoecorroatras. Praticar esporte traz bem-estar e, como reflexo, o desempenho profissional melhora. Ou seja, só temos a ganhar com esse incentivo.”

O colaborador Diego Ezequiel já tem várias metas para 2020. Uma delas é correr junto com os colegas de trabalho e mostrar a eles os benefícios da prática. “Minha vida mudou. Esporte é saúde e, além de mais saudável, fiquei mais disciplinado e focado.” 

Sempre em frente

Adriano Zerbini conta que a Cosan não pensa em parar. “Queremos fomentar mais a interação entre os funcionários com a criação de grupos de corrida e competições internas que incentivem, também, uma alimentação saudável e acompanhamento médico, por exemplo. Tudo pensado em como podemos cada vez mais estimular os times a adotarem hábitos saudáveis.”

Os eventos da Iguana Sports são alguns dos quais os colaboradores participam. “As inscrições para o Circuito Athenas, tanto em São Paulo como no Rio de Janeiro, são super disputadas. As provas oferecem uma proposta semelhante à da Cosan no dia a dia: incentivar os trabalhadores a saírem da zona de conforto e  avançarem cada vez mais”, diz Adriano.