compartilhe

0

0

Notícias

SP City bate recorde de inscritos e se consolida como segunda maior maratona do Brasil

Prova conta com mais de 15.000 inscrições para os percursos de 42 km e 21 km

RedaçãoPor
Redação

SP City

No próximo domingo (29), milhares de corredores estarão alinhada na Praça Charles Miller para a largada da SP City Marathon 2018. Esta será a terceira edição da prova, que se espelha nas grandes corridas do mundo e aposta na organização, na diversidade do percurso e nas inúmeras atrações para tornar-se a principal maratona do Brasil.

A fórmula tem funcionado. No ano passado, seu segundo ano, a SP City contou com 12.695 mil inscritos. Neste ano, as 15.000 vagas para os percursos de 42 km e 21 km foram preenchidas com antecedência.

Falando apenas da maratona, serão 5.265 pessoas prontas para se desafiarem para o trajeto que cruza diversos bairros da capital paulista – quase 300 corredores a mais do que a edição de 2017, que teve 4.990 inscritos para a distância.

O aumento de 17% em apenas um ano tem um significado simbólico: a consolidação da SP City como a maior maratona de São Paulo e a segunda maior do Brasil, ficando atrás apenas da Maratona do Rio de Janeiro, organizada desde 1979.

A prova carioca, realizada em julho, teve 9.024 corredores cruzando a linha de chegada apenas dos 42 km. Já a Maratona Internacional de São Paulo, disputada em abril – agora terceira no ranking -, teve 3.938 – pouco menos de 1.300 corredores com relação ao total de inscritos da SP City Marathon 2018.

“Queremos colocar São Paulo no mapa das principais cidades do mundo também nas maratonas”, fala Paulo Carelli, COO da Iguana Sports. “Para

isso, interligamos a cidade por meio de um trajeto amplo e passando por vários bairros da capital paulista.”

Parte do crescimento da prova se deve, também, ao maior interesse das mulheres na corrida. O número de corredoras aumentou 25% com relação à 2017 e neste ano elas representam 34% do total de inscritos nos 21 km e 42 km. Serão 5.019 atletas do sexo feminino na SP City: 1.012 nos 42 km e 4.007 nos 21 km.

“Nossa meta é chegar a 2020 com 20 mil concluintes na prova – 10 mil na maratona e 10 mil na meia-maratona – e sabemos que estamos no caminho para isso”, comenta Eliane Verderio, CEO da Iguana Sports.

Uma maratona que São Paulo merece

O crescimento notável da corrida vem da aposta da Iguana Sports em um percurso eclético e na qualidade dos serviços, oferecendo aos atletas uma corrida com organização similar a das grandes maratonas internacionais.

:: Largada em ondas ::

A largada da São Paulo City é dada em ondas: às 5h45 saem os atletas da categoria ACD; às 5h50 a elite feminina; às 6h a elite masculina e os pelotões A e B; às 6h10 os pelotões C e D e, por fim, E e F às 6h20.

:: Pacers ::

Corredores contratados para seguirem um ritmo pré-determinado, conhecidos com pacers ou ‘coelhos’, estarão destacados na largada com ritmos variando entre 4’15” (3h) e 6’20” (4h30).

:: Guarda-volume móvel ::

Doze ônibus guarda-volumes estarão dispostos para os atletas guardarem seus pertences antes da largada (no Pacaembu) e retirarem na chegada (no Jockey Club). Sua saída será às 6h.

:: Bus Ticket ::

Um serviço de transfer do Jockey Club para o Pacaembu, com funcionamento das 8h às 13h, será vendido na expo, realizada na sexta (27) e no sábado (28) das 8h às 18h. O embarque será na esquina da Rua Itapé-Açu com a Marginal Pinheiros (saída pelo portão 12 do Jockey Club). As vagas são limitadas e têm valor de R$ 30.

MAIS
Maratona: o que comer antes da prova?
Ajuste os treinos finais para a meia-maratona

Mais do que uma corrida

Os milhares de atletas que se desafiarão pelo percurso da SP City no próximo domingo terão diversas atrações musicais. Serão cinco espetáculos para os corredores ao longo dos 42 km: Taiko, DJ Truck, apresentação da Seresta, Quarteto de Cordas (Chorinho) e apresentação clássica com uma Orquestra.

Além disso, uma das grandes novidades da SP City 2018 são os pontos de torcida. Ao todo, serão cinco locais pré-determinados para quem quiser apoiar os atletas. Os torcedores que comparecerem aos pontos oficiais receberão apitos, batecos e canetinhas para escreverem cartazes, além de contarem com animadores. Banheiro e água estarão à disposição.

Para fazer parte da torcida, basta comparecer a um dos locais abaixo:

* Km 15 – Monumento às Bandeiras

* Km 18 – Eataly (Av. Pres. Juscelino Kubitschek 1.489)

* Km 23,5 – Praça Panamericana

* Km 34 – Avenida Escola Politécnica Chegada – Jockey Club

Dois dos pontos de torcida – Eataly e Escola Politécnica – levarão o nome da Mizuno, uma das patrocinadoras da prova. “Investimos em plataformas que proporcionem momentos memoráveis para os atletas. Por isso, faremos várias ativações para envolver o corredor no clima da corrida”, diz Felipe Gentil, gerente geral da Mizuno Brasil.

CET terá operação especial para a prova

Em dias de grandes eventos na cidade, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) ativa uma sala especial em seu centro de operações para monitorar as vias diretamente impactadas pelo evento. Por conta do grande volume de inscritos e a quantidade de vias fechadas, esta sala será ativada no domingo.

“Temos esta sala especial com computadores e monitores que é aberta apenas para grandes eventos. Assim, podemos acompanhar a prova em tempo real. Se alguém passa mal e precisa de uma ambulância, por exemplo, conseguimos facilitar o resgate pelas vias”, comenta Júlio Fernando Aranho, gestor de trânsito da CET.

::SERVIÇO::

Expo e retirada de kits Data: 27 e 28 de julho
Horário: 8h às 18h
Local: Expo Transamérica

SP City Marathon
Data: 29 de julho
Distâncias: 42 km e 21 km
Local: Praça Charles Miller
Largada: 6h