compartilhe

0

0

Nutrição

Maltodextrina: energia rápida para a corrida

Rico em carboidrato, o suplemento pode ser usado para abastecer os músculos antes, durante e depois do treino

RedaçãoPor
Redação

maltodextrina - suplemento

Os suplementos alimentares são boa alternativa para os corredores que não têm tempo de fazer um lanche pré-treino ou se sentem “pesados” quando comem algo antes do exercício. Se esse é seu caso, há diversas opções de produtos que fornecem energia para a atividade física. Uma delas é a maltodextrina.

“Apesar de ser classificada como um carboidrato complexo, a maltodextrina é um carboidrato de fácil digestão, que eleva rapidamente o nível de glicose (combustível) na corrente sanguínea. Por conta disso, muitos esportistas apostam nesse suplemento para repor a energia antes e durante a atividade física”, afirma Diogo Círico, nutricionista da Growth Supplements.

Como e quando usar  

O recomendado é consumir a maltodextrina cerca de 30 minutos antes da corrida. O suplemento é vendido em pó, nos mais diversos sabores, e basta misturá-lo com água. A substância também pode ser utilizada para repor o combustível em treinos longos, como alternativa ao gel (que, inclusive, geralmente tem maltodextrina na composição).

“Durante o exercício, as células usam os carboidratos presentes na corrente sanguínea, no fígado e nos músculos como fonte de energia. Só que o estoque do nutriente no organismo costuma ficar baixo em treinos com mais de uma hora de duração, o que pode acelerar a fadiga”, alerta Círico. Nos corridas em que você sabe que irá correr por mais de 60 minutos, a maltodextrina deve ser consumida a cada 30 ou 45 minutos de atividade.

MAIS 
O que comer antes e depois da prova 
Coma beterraba e corra mais 
Aposte no ovo para o seu pós-treino

Maltodextrina no pós-treino

Por ser um carboidrato de rápido índice glicêmico (IG), a maltodextrina gera um pico de insulina no organismo – hormônio que facilita a entrada de nutrientes nas células. Resultado: quando consumido depois do exercício, o suplemento tende a acelerar a recuperação muscular, pois repõe o glicogênio muscular e acelera a absorção de aminoácidos responsáveis por reparar o tecido dos músculo (isso, é claro, desde que haja a ingestão correto de proteínas).

Outro benefício da maltodextrina durante ou após o treino é inibir a produção de cortisol – hormônio do estresse, liberado principalmente em exercícios com mais de uma hora de duração. “O nível elevado de cortisol afeta o sistema imunológico, o que atrapalha a resposta do organismo a inflamações e prejudica a recuperação”, explica o nutricionista da Growth Supllements.

Vale ressaltar que antes de usar a maltodextrina – ou qualquer tipo de suplemento – é muito importante consultar um nutricionista, para ajustar a quantidade do suplemento às necessidades do seu treino e da sua dieta. A maltodextrina é um açúcar e, se consumida de maneira incorreta, pode levar ao ganho de peso e prejudicar seus objetivos no esporte.