compartilhe

0

0

Nutrição

Os benefícios da maçã para a saúde do corredor

Conheça as propriedades da fruta e a melhor maneira de inclui-la em seu cardápio

Lucas ImbimboPor
Lucas Imbimbo

maçã

A maçã está presente na gênese bíblica, nas mãos dos apaixonados por tecnologia e, claro, como parte da alimentação saudável. Afinal, como diz a frase um tanto quanto clichê: “an apple a day keeps a doctor away” (uma maçã por dia mantém o médico longe).

Mas além disso tudo, ela também pode oferecer benefícios específicos para os corredores. Nós listamos as principais vantagens da fruta e separamos algumas receitas para você inclui-la em seu cardápio.

Performance

A fruta é rica em catequina, um fitonutriente com ação anti-inflamatória. “Isso é benéfico pois ela é responsável pela regeneração e reparo das estruturas ‘danificadas’ durante o exercício – promovendo o aumento de performance e resistência”, afirma Thaliane Dias Mack, professora do curso de Nutrição da Anhanguera de Brasília – Pistão Sul (FAB). Mais: ela é rica em carboidratos, o que ajuda a fornecer energia para o corredor antes ou depois da corrida.

Previne doenças

“Maçãs são ricas em fibras, vitamina C e diversos fitoquímicos, como quercetina, epicatequinas, ácido cumárico, entre outros, já identificados como protetores de doenças cardiovasculares, câncer, asma e diabetes”, explica Thaliane.

Além disso, a fruta possui grande concentração de polifenóis e vitamina C, que auxiliam na manutenção e fortalecimento do sistema imunológico. De acordo com Thaliane, um estudo realizado em ratos – induzidos a problemas cardiovasculares com alimentação rica em gordura e frutose – mostrou que a administração de polifenóis da casca da maçã, durante 28 dias, foi responsável por melhorar o fluxo sanguíneo e reduzir a resistência à insulina.

Fibras

A substância possui dois tipos de fibras: solúveis e insolúveis. Ou seja, que se diluem, ou não, na água. A pectina (uma fibra solúvel), por exemplo, ajuda na regularização dos níveis de glicose, colesterol e no fluxo sanguíneo.

Regularização do sistema intestinal e emagrecimento também estão entre os benefícios das fibras presentes na maçã (2,4 g por porção). A substância auxilia na formação do bolo fecal e ainda diminui a vontade de comer outros alimentos.

MAIS
Receitas com abacate para o pré e pós-treino
O que comer antes e depois da prova

Pré ou pós-treino?

Por mais que a maçã seja fonte de carboidratos, o índice do alimento (14 g por porção) ainda é muito pequeno para que ele sustente sozinho os nutrientes necessários para o pré ou pós-treino – sobretudo em corridas mais longas.

Por esse motivo, Thaliane recomenda comer a fruta acompanhada de outro alimento ou junto como parte de uma vitamina. “O Ideal mesmo é consultar seu nutricionista para que ele calcule a dieta para você”, afirma.

Como a maioria dos nutrientes e fibras encontram-se na casca, procure ingeri-la por inteiro. Se você optar por comê-la descascada, é possível também aproveitar a casca em outras receitas, como num chá ou bolo.

Receitas

Thaliane sugeriu duas receitas para você inserir em sua dieta. Vale lembrar que, para obter todos os benefícios da fruta, é ideal combinar uma dieta equilibrada com atividades físicas regulares. Confira:

Batida de maça

Ingredientes

  • 1 copo americano de bebida vegetal de arroz ou de bebida vegetal de arroz com coco
  • 1 unidade de banana-nanica madura
  • ½ unidade de maçã vermelha
  • Canela em pó a gosto
  • Lascas de coco queimado a gosto
  • 1 pitada de pimenta caiena
  • Lascas de chocolate belga amargo (>70% cacau)

Modo de preparo

Bata no liquidificador a bebida vegetal de arroz com a banana-nanica e a maçã vermelha. Despeje a mistura em uma leiteira e leve ao fogo baixo. Adicione a canela em pó, as lascas de coco queimado e a pimenta. Apague o fogo, despeje a bebida em uma caneca e decore com as lascas de chocolate. Sirva a seguir.

Chips de maçã

Lave e seque bem a maçã e descarte o cabinho. Fatie as maçãs o mais fino que conseguir. Retire as sementes do meio das fatias e disponha as maçãs em uma assadeira coberta com papel manteiga. Pré-aqueça o forno a 130°C. Se a temperatura mínima do seu forno for superior a 130°C, deixe a porta entreaberta na hora de assar as maçãs. Polvilhe um pouco de canela em cima de cada fatia e leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos ou até que a maçã seque e fique crocante depois de esfriar.