compartilhe

0

Saúde

7 sinais de overtraining – saiba se você está treinando em excesso

Descubra se você está exagerando no exercício e prejudicando sua recuperação

Por
Fernanda Beck
Atletas descansa apoiada na parede

Saiba identificar os sinais do overtraining

 

O overtraining é um quadro físico causado por excesso de treinamento e pode afetar tanto atletas profissionais como amadores. É como se você exigisse do corpo mais do que ele é capaz de suportar, sem dar a ele o tempo necessário para se recuperar. Até que chega um momento em que, por mais que você treine, seu desempenho fica estagnado ou cai.

“É comum que a pessoa perceba sinais de overtraining se está saindo de um período de treinos intensos e longos, acima do normal para os seus limites”, explica Daniel Neves, diretor técnico da DPN RUN Assessoria Esportiva.

É claro que é normal sentir-se cansado após treinos intensos, mas se os sintomas começarem a se acumular, pode ser overtraining. “Neste caso, é preciso “tirar o pé”: descansar mais e equilibrar os esforços, periodizando o treinamento e ajustando volume e intensidade”, explica Daniel.

Listamos aqui sete sinais que indicam que você pode estar em overtraining. Lembre-se: a recuperação é tão importante quanto o treino. Portanto, faça dela uma prioridade.

 

Sintomas de overtraining 

 

  1. Você fica mais fraco ou mais lento. Apesar de seguir a mesma rotina de treinos com a dedicação de sempre, você para de ver resultados – não consegue aumentar o tempo, a carga nem o volume de atividade, por exemplo.

 

  1. O sono piora. Mudanças hormonais aliadas a um corpo dolorido podem dificultar a obtenção das 7-8 horas de sono das quais o corpo precisa para se recuperar adequadamente. A fadiga muscular também contribui para a piora na qualidade do descanso, o que atrapalha mais do que só o desempenho esportivo.

 

  1. Seu humor oscila. Sem explicação, você começa a se sentir estressado, sobrecarregado, triste, deprimido ou ansioso. Seu corpo está desestabilizado, então é esperado que sua saúde mental e seu equilíbrio hormonal também sofram.

 

  1. Você se resfria facilmente. O excesso de treinamento costuma comprometer o sistema imunológico, o que aumenta as chances de adoecer. Continuar treinando enquanto estiver doente só agrava o quadro. É importante descansar.

 

  1. Dores e lesões ficam mais frequentes. Atividades físicas causam inflamação muscular, o que é normal. Quando não há tempo adequado para o corpo se recuperar do desgaste, as chances de desenvolver dores e lesões aumentam.

 

  1. Você perde massa magra. Perder músculo em vez de gordura é um dos principais sinais do overtraining e também pode indicar que você não está se alimentando como deveria. Procure fazer um acompanhamento da sua composição corporal (na academia ou com seu médico) e marque uma consulta no nutricionista para avaliar possíveis ajustes na dieta.

 

  1. Você para de menstruar. No caso das mulheres, a perda de peso acentuada e as alterações hormonais podem causar interrupção do ciclo menstrual, um sinal forte de overtraining que pede uma diminuição de ritmo urgente.