compartilhe

0

0

The Finisher

Iniciante na corrida, João está a poucos passos de completar 10 meias-maratonas em 2018

BSB City Half Marathon será uma das últimas etapas de sua jornada

Lucas ImbimboPor
Lucas Imbimbo

meia-maratonas

Assim como muitos atletas, João da Silva, de 44 anos, encontrou na corrida uma forma de ficar em sintonia consigo mesmo e se manter motivado. Neste ano de 2018, ele se desafiou a correr 10 meia-maratonas e continua batalhando para alcançar a meta.

João, morador de Brasília, começou a correr em março de 2017 graças ao incentivo de um amigo. Mesmo sem nenhum preparo, ele aceitou a proposta de correr 6 km. “Corri direto! Não imaginava que iria ser tão difícil, me desgastei muito fisicamente”.

João acabou pegando gosto pelo esporte. Mesmo sendo difícil, a sensação de completar a prova lhe deu a vontade de continuar em frente. “Vi que o mais importante não era o tempo, e sim completar a prova. Tive a maior sensação de dever cumprido. Depois disso, comecei a levar a corrida mais a sério”, diz.

Não muito tempo depois veio a estreia nos 10K. Detalhe: foi por acidente! João descobriu apenas na retirada de kit que havia feito a inscrição errada. Em vez dos 5 km, que já estava acostumado, o brasiliense se inscreveu nos 10 km. “Eu não me preparei para aquilo. Podia ter corrido 5 km, mas decidi me desafiar. Não acreditava que iria conseguir, mas fui muito bem. Consegui terminar a prova, o que era o mais importante”.

O começo nas longas distâncias

“Até então eu não pensava em correr uma meia-maratona, mas, depois de correr os 10 km, decidi que iria treinar para os 21 km. Treinei durante dois meses e fiz a minha primeira prova”, afirma.

MAIS
10 histórias que vão motivar você a correr uma maratona
Projeto Vida Corrida: como Neide mudou a vida de crianças com o esporte

A BSB City Half Marathon foi sua escolha no final do ano passado. “Foi uma das melhores sensações de corrida que eu tive. Treinei bastante e consegui terminar em 1h38min! Mesmo sem orientação, consegui fazer um bom trabalho”.

Foi apenas depois de completar a prova que João descobriu que havia a medalha tripla. Esse foi um dos grandes motivos para ele se inscrever nas três provas da Run Cities em 2018. E os desafios não param por aí. João se organizou e criou uma nova meta: correr 10 meias-maratonas em um ano, jornada que começou em janeiro.

meia-maratonas

Três é demais!

Para conseguir a medalha tripla em 2018, João precisaria completar a Rio City Half Marathon, a SP City Marathon e, por fim a BSB City Half Marathon. “Correr no Rio foi incrível. Essa foi a minha primeira prova fora de Brasília. Valeu muito a pena. Minha esposa estava na chegada, tanto para ela quanto para mim foi emocionante”.

Em São Paulo, o brasiliense escolheu tentar a sorte nos 42 km. Desde janeiro, quando havia se programado para correr as 10 meia-maratonas pelo Brasil, ele começou a treinar para a maratona. Mas antes, um susto: João ficou muito doente faltando uma semana para a prova. “Eu fiquei muito gripado. Tive até que ir no hospital, tomar remédio e soro… Acho que acumula, né? Existe todo um desgaste físico e mental. Eu pensei em desistir, mas não desisti”.

Foi a melhor escolha. Mesmo abaixo de sua capacidade total, ele completou a prova com um tempo abaixo do que estava programando, 3h23min. “Foi incrível. Uma sensação única”.

Agora, a BSB City de 2018 é uma das últimas etapas de sua trajetória, antes apenas dos 18K da Volta da Pampulha, que encerra a sua jornada. “Meu objetivo é manter o mesmo resultado da BSB do ano passado. Acho que para um iniciante como eu, completar esse desafio em 2018 já será uma grande vitória!”.