compartilhe

0

0

The Finisher

Alexandre Diniz correu 16 maratonas este ano, e fez 9 sub 3h30

Desde 2013, o experiente corredor cria desafios para espantar o tédio dos treinos e testar seus limites

Cesar Candido dos SantosPor
Cesar Candido dos Santos
Alexandre Diniz

Curitiba foi a última maratona do desafio de Alexandre Diniz | Foto: reprodução do Instagram @Diniz79

Qual será seu desafio no próximo ano? Essa é uma pergunta que o editor de arte Alexandre Diniz costuma ouvir bastante nessa época. Corredor experiente, desde 2013 ele decidiu criar desafios para manter a motivação em alta e testar seus limites – e a coisa está ficando mais difícil a cada ano.

“Isso começou meio sem querer. No início de 2013, eu me inscrevi em várias provas, sem olhar direito o calendário. Depois de um tempo, percebi que no mesmo fim de semana teria de correr os 75 km da Bertioga-Maresias e os 10 km da Volta da USP”, lembra Diniz.

Em vez de desistir de uma das competições, ele resolveu treinar para encarar as duas. “Completei as corridas muito bem e pensei: ‘A partir de agora, todos os anos vou fazer um desafio desse tipo para tirar os treinos da mesmice.”

A EVOLUÇÃO DO DESAFIO

Em 2014, Diniz correu os 75 km Bertioga-Maresias em um dia e os 42,195 km da Maratona de São Paulo em outro. No ano seguinte, o desafio foi participar, em apenas um mês, de uma prova de 12 horas — em que Diniz percorreu 65 km e ficou em primeiro lugar na categoria duplas — da Maratona de São Paulo, da North Face 80K (que teve 92 km devido a um erro da organização) e da Bertioga-Maresias. Com isso, ele rodou 274 km.“No ano de 2016 pensei em não encarar um desafio, mas os amigos começaram a me cobrar, a querer saber o que eu faria. Então, resolvi correr 11 maratonas e uma ultra.”

Agora em 2017, o plano de Diniz foi participar de 16 maratonas e cinco meias maratonas em um período de oito meses. Entre as provas de 42 km que ele correu estavam grandes competições, como as de Chicago e Nova York (veja a lista completa no fim da reportagem).

“A cada ano que passa o desafio fica mais complicado. Em 2017, foi muito difícil. Tive não só de arrumar tempo para treinar, como também planejar o calendário, conciliá-lo com o trabalho e arcar com todos os custos para fazer as provas em outras cidades e países.

MAIS
O treino para sua primeira maratona
5 exames pouco conhecidos que ajudam a correr melhor

PREPARAÇÃO EXIGENTE

Alexandre Diniz

Diniz encarou provas de asfalto e montanha em seu desafio | Foto: reprodução do Instagram @Diniz79

O objetivo de Alexandre Diniz não foi apenas completar as maratonas e meias planejadas — o que já é um tanto exigente. Ele fez todas as corridas em ritmo forte, buscando o seu melhor. Para você ter ideia, Diniz terminou a Maratona de Chicago em 2h56min, a SP City Marathon em 3h05min e a Maratona de Nova York em 3h16min. Das 16 corridas de 42 km que participou esse ano, foram nove sub 3h30. E praticamente todas as outras competições com tempo acima disso eram de montanha, em que o ritmo é muito mais lento.

“Planejar os treinos para conseguir encarar tantas maratonas é difícil. Algo que me ajudou muito foi a bagagem que tenho no esporte. Esse ano, foquei minha preparação em trabalhos de fortalecimento, correção de biomecânica e recuperação muscular, pois estava com medo de sofrer uma lesão. Não fiz muitos treinos longos entre as provas, pois as próprias competições me deram o volume de corrida necessário para manter o bom condicionamento.”

Para encarar o desafio, Diniz revela que foi necessário muita disciplina e sacrifícios. “Diversas vezes precisei trocar o almoço pela fisioterapia. Teve dias que cheguei no aeroporto, depois de correr uma maratona, e fui direto trabalhar. Sem falar que tive de lidar com imprevistos, como resfriados, problemas na empresa, pessoais etc.”

COMO SE FOSSE A PRIMEIRA VEZ

Alexandre Diniz

Diniz fez duas World Marathon Majors este ano: Nova York (foto) e Chicago | Reprodução do Instagram

Alexandre Diniz tem 42 maratonas no currículo. Com tanta experiência, muitas pessoas podem achar que para ele fazer os 42 km é como dar uma corridinha no fim de semana. Mas o editor de arte revela não ser assim. “Até hoje, cada prova que participo é como se fosse a primeira. A ansiedade fica a mil, chego a tremer e ter calafrios antes da largada.”

Além da satisfação em conquistar seus objetivos, uma das coisas que mais agrada Diniz no desafio é a troca com outros corredores. “Elas dizem que se inspiram em mim e ficam motivados a alcançar novas metas. Isso é gratificante, me mantém animado para tentar ir além. Troco bastante informação e aprendo muito com outros corredores. Adoro conversar com eles.”

E uma das principais conversas que Diniz tem agora é sobre qual será o desafio do ano que vem. Ele diz que ainda não sabe, mas já se inscreveu no Desafio Cidade Maravilhosa, da Maratona do Rio, e na SP City Marathon. Bom, resolva logo Diniz, nós, corredores, estamos aguardando ansiosamente para nos inspirarmos com sua superação.

AS PROVAS DO DESAFIO DE ALEXANDRE DINIZ  EM 2017

– 9 de abril – Maratona Internacional de São Paulo – 3h25min21s

– 23 de abril – Maratona de Montevidéu (URU) – 3h34min05s

– 30 de abril – Maratona Portal a Portal (PR) – 3h14min17s

– 6 de maio – Desafio 28 Praias (SP) – 5h02min15s

– 14 de maio – 21K Asics Golden Run Salvador – 1h25min51s

– 21 de maio – Maratona de Lima (PER) – 3h24min17s

– 27 de maio – Seven Run/ 21K (SP) – 1h31min21s

– 4 de junho – 21K Asics Golden Run São Paulo – 1h24min27s

– 11 de junho – Meia Maratona Pague Menos Campinas (SP) – 1h34min37s

– 18 de julho – Maratona do Rio de Janeiro – 18 de Junho – 3h44min52s

– 25 de junho – Maratona Internacional de La Bandera (ARG) – 3h36min04s

– 2 de julho – Mountain Do Costão do Santinho (SC)- 5h04min18s

– 9 de julho – Maratona Nilson Lima de Uberlândia (MG) – 3h28min15s

– 16 de julho – Maratona de Campinas (SP) – 3h29min17s

– 30 de julho – SP City Marathon – 3h05min16s

– 20 de agosto – A Muralha Up and Down Marathon (RJ) – 3h16min25s

– 9 de setembro – Maratona Internacional da Patagonia (CHL) – 4h06min44s

– 08 de outubro – Maratona de Chicago (EUA) – 2h56min11s

– 29 de outubro – Meia Maratona de Pomerode (SC) 1h26min05s

– 05 de novembro – Maratona de Nova York 3h15min46s

– 19 de novembro – Maratona de Curitiba – 3h16min41s