compartilhe

0

Treino

Dicas para acertar a postura na corrida

Mais do que pés e joelhos, todo o corpo coopera para a prática da corrida

RedaçãoPor
Redação

A corrida de rua exige cuidados especiais com o corpo antes, durante e após a prática do exercício. Obviamente, uma alimentação leve e de qualidade antes da prática, por exemplo, favorece um treino equilibrado e evita que o corredor passe mal. Já após o treino, ingerir alimentos capazes de repor nutrientes, bem como priorizar uma boa noite de sono são ações que ajudam na recomposição da energia ao organismo.

No entanto, durante a prática da atividade, além da constante hidratação, cuidar da postura do corpo é essencial para obter resultados mais satisfatórios, e também evitar lesões. O posicionamento dos pés, joelhos, braços, cabeça e quadris interfere diretamente na qualidade e na própria segurança do corredor durante a execução da atividade física, pois uma postura correta torna os movimentos mais eficientes, desenvolvendo uma velocidade maior com menor gasto de energia.

Por isso, entre as principais dicas para acertar a postura na corrida, é possível destacar:

Conte com auxílio profissional. Não basta simplesmente colocar um pé em frente ao outro para correr da maneira certa. Se você é iniciante na prática de corrida, contar com o auxílio de um profissional de educação física ou um personal trainer é muito importante para chegar na postura e no desenvolvimento correto do exercício.

MAIS
4 cuidados ao correr no calor
Pilares para prevenir lesões

Conte com os equipamentos certos. Embora correr não exija tantos acessórios, a escolha do tênis correto, viseira e roupas leves não podem ser negligenciados. As mulheres podem optar por um tênis Nike feminino para a absorção do impacto, assim como os homens podem escolher um modelo de tênis masculino específico para corrida. O acessório certo faz toda diferença na pisada!

Atenção à parte superior do corpo. Muitas pessoas acreditam que somente a posição das pernas importa no momento da corrida. Mas, na verdade, cabeça, tronco e braços também têm funções muito importantes: os olhos, por exemplo, precisam ser mantidos na altura do horizonte, e os ombros devem estar relaxados. O tronco e o pescoço devem permanecer retos e alongados, ligeiramente projetados para frente. Já os braços devem estar em posição paralela, flexionados em 90º.

Foco redobrado no posicionamento nos membros inferiores. Os membros inferiores são, de fato, os mais afetados durante a corrida. Por isso, os joelhos devem estar ligeiramente flexionados quando os pés tocarem o chão, e os tornozelos precisam estar relaxados para a flexão no momento do impacto. Por último, os pés devem ser tocados no chão com a parte do meio ou da frente (antepé).

Por último, a dica final é fazer sempre os mesmos movimentos do treino. Parece uma dica simples, mas seguir as orientações do profissional e praticar movimentos constantes favorecerá a adaptação do corpo à prática da corrida, de forma a garantir uma atividade física mais confortável, sem gasto de energia desnecessário e com menos riscos de lesões.