compartilhe

0

Treino

6 dicas para melhorar o desempenho na corrida

Treinamentos específicos, melhor uso do próprio corpo e outros fatores que podem auxiliar o atleta

RedaçãoPor
Redação

desempenho na corrida

O mundo das corridas possui uma enorme variedade de técnicas para aumento de desempenho. Algumas são bem conhecidas do grande público. Outras, nem tanto. O foco neste texto é mostrar algumas pequenas mudanças não tão comuns, mas que podem fazer toda a diferença nos seus resultados. Veja a seguir.

Respiração

A realização da respiração correta é feita pelo abdômen – e não pelo tórax (parte superior do peito). A respiração torácica é de fato um hábito difícil de se modificar, portanto, é indicado trabalhar a respiração abdominal preferencialmente fora das corridas – no cotidiano. A ideia é trazer a forma mais natural de respirar, que permite maior absorção do oxigênio. Basicamente, a força e o movimento de respiração têm de partir do abdômen.

Fortalecimento

Pode parecer algo irrelevante, mas ter força nos pés é fundamental para corredores. Primeiros a receberem o impacto, os pés podem ser submetidos a uma impactação de 3 a 6 vezes do peso corporal do corredor. Portanto, é essencial o fortalecimento muscular nessa região, a fim de evitar inflamações nos tendões ou até mesmo fraturas por cargas mecânicas repetitivas. Alguns exercícios simples são recomendados: amassar folhas de jornal e apertar bolas de fisioterapia com os dedos dos pés; realizar treinos de volumes pequenos em solos diferentes, como grama e areia fofa.

Meias de compressão

A utilização de meias de compressão estimula o retorno venoso e aumenta o fluxo de oxigênio e nutrientes para o tecido muscular, o que proporciona melhora no desempenho físico. Também diminui o acúmulo de ácido láctico nos músculos durante o exercício, promove a propriocepção e alinha as fibras musculares. A eficácia do movimento é beneficiada pela diminuição da vibração muscular, o que reduz as chances de dores e fadiga. A SIGVARIS, marca suíça líder mundial em produtos de compressão, possui a meia UP 25, confeccionada especialmente para atividades físicas de média e alta intensidade. O produto pode ser adquirido no e-commerce da marca.

MAIS
4 dicas para você fazer os seus primeiros 4K!
Tiros para ganhar velocidade

Ritmo final

Este é um trabalho mais mental do que físico. Quando chegar na parte final da corrida, a recomendação é lembrar dos momentos de esforço nos treinamentos e o que foi feito para chegar até ali. Manter o foco na respiração e na própria mente, afirmando para si mesmo ser totalmente possível aumentar o ritmo na parte final. Quanto aos treinamentos, procurar intensificar perto da conclusão, quando o corpo está próximo do esgotamento. O sprint final é um mérito que poucos corredores conseguem atingir. É trabalhoso, mas, quando se consegue executá-lo, é de grande valia.

Alimentação leve pré-corrida

A última refeição antes do exercício deve ser feita com duas horas de antecedência. Dê preferência a alimentos de fácil digestão e ricos em carboidratos, como massas integrais e batata doce. Evite a ingestão de carne vermelha (5 a 6 horas para o organismo digerir).

Descanso adequado dia anterior

Para o corpo conseguir desempenhar o máximo rendimento, é essencial o descanso adequado na noite anterior. Procure dormir ao menos sete horas e não ingerir bebidas alcoólicas.