compartilhe

0

Treino

Evolução para todos: a importância das distâncias intermediárias

Disputadas juntas, distâncias intermediárias integram atletas de níveis diferentes rumo aos 21K

Por
Fernanda Beck

Atletas na Cosan Athenas 15K Run Faster

Com a Cosan Athenas 18K SP (6km, 12km e 18km) se aproximando, ficamos curiosos: quais são as vantagens de reunir distâncias intermediárias diferentes na mesma prova? E por que é importante correr estas distâncias?

Para saber sobre os benefícios que as distâncias oferecem, conversamos com o preparador físico Rodrigo Lobo, da Lobo Assessoria Esportiva, que contou que é um fã da proposta e gosta da integração que acontece quando atletas de níveis diferentes são unidos. “O ganho de volume a cada etapa, por sua vez, é bom tanto para a evolução gradual do atleta quanto para o treinador, que consegue fazer um bom trabalho com ele”, explicou Lobo.

Prova democrática

De acordo com Lobo, provas que oferecem distâncias diferentes no mesmo evento têm a capacidade de integrar atletas que se encontram em níveis diferentes e têm objetivos distintos. Nestes moldes, as provas são mais inclusivas, pois há percursos para todos os tipos de atletas. “Este tipo de prova mostra que é tão importante completar seus primeiros desafios, como os 6K ou o 7K, quanto objetivos maiores, como 18K ou 42K”, disse. “E ter objetivos é um dos estímulos mais eficientes para o treino”.

Importância das distâncias intermediárias

Distâncias intermediárias, como 14K e 18K, são passos importantes para quem está de olho nos “grandes” objetivos da corrida de rua, os 21K e os sonhados 42K. “Correr distâncias intermediárias é uma oportunidade de ouro para o atleta que está buscando a meia maratona ou a maratona”, disse Lobo.

“O corredor pode fazer um “treino de luxo”, fazendo seu ajuste de ritmo e simulando as condições do dia de prova”, opinou o treinador. Para as assessorias esportivas, as provas de distâncias intermediárias funcionam como uma chance para aconselhar melhor seus atletas, ver o que está funcionando no treino e o que precisa ser alterado. 

Circuito progressivo

No caso de circuitos progressivos, a maior vantagem é que, ao longo do ano, o corredor vai sentindo os efeitos do ganho de volume gradualmente. 

Na Cosan Athenas, a primeira etapa traz percursos de 5K, 10K e 15K. A segunda, que acontece no dia 14.07 em SP, tem 6K, 12K e 18K. A terceira e última etapa traz 7K, 14K e uma meia maratona. Independentemente do nível do atleta, cada etapa traz evolução, o que estimula a superação e possibilita ter metas e submetas ao longo do ano, realizadas em circunstâncias muito similares, o que possibilita uma percepção melhor da melhora.

“Este processo é fundamental para que o atleta tenha uma referência clara do que está sendo feito e conquistado em seu treino”, garante Lobo. 

 

>>> Quer correr uma prova que integra atletas de vários níveis? Está no caminho da evolução?! Inscreva-se agora na Cosan Athenas 18K SP e redefina seus limites!