compartilhe

Treino

Biomecânica da corrida: por que é preciso melhorar?

Treinador explica a importância de trabalhar a biomecânica da corrida que, muitas vezes, é ignorada por quem corre.

RedaçãoPor
Redação

A maneira como você desenvolve suas passadas é algo importante se você quer ficar longe das lesões e, de quebra, melhorar seu desempenho no esporte. Isso tem nome: biomecânica da corrida. Rodrigo Lobo, diretor técnico da Lobo Assessoria Esportiva, explicou que este é um termo popular que se refere ao gesto técnico do corredor, como postura, sobrecarga (impacto, pressão plantar), padrão de movimento, tipo de pisada, frequência da passada, movimentação dos braços, entre outros fatores.

Segundo o especialista, aperfeiçoar o movimento realizado durante a atividade ajuda a melhorar o rendimento, além de reduzir o risco de lesões. Para ele, é importante saber que não é tão simples alterar padrões de movimento de corredores mas, para isso, é preciso aprimorar alguns gestos técnicos, reduzindo a sobrecarga e melhorando o rendimento por meio de algumas ferramentas mais comuns e eficazes, como o treino de força, funcional, educativos de corrida e o próprio treinamento bem orientado e planejado.

MAIS
Corra com postura
Como combinar os treinos de corrida e musculação?

O treinador propõe que estas atividades sejam realizadas entre duas e três vezes na semana ­– dependendo do período de treino e nível de aptidão do atleta.

Os maiores problemas que uma biomecânica irregular pode causar são lesões ósteo-articulares e o não-desenvolvimento dentro do esporte. Isso quer dizer que o aprimoramento desta característica é tão importante quanto os treinos de corrida, em si, para a sequência na modalidade.

A procura por especialistas para auxiliar neste processo pode ajudar no ganho mais rápido de resultados, bem como a garantia de uma orientação correta.

*Originalmente publicada em 25 de novembro de 2015. Editada em 2022.